É por meio de um laudo acústico, emitido por um laboratório acreditado, que você poderá obter informações sobre o coeficiente de absorção (α) ou o índice de redução de sonora (Rw) dos materiais.

A crescente preocupação com relação às características acústicas de edificações traz a necessidade de documentos que comprovem esses dados. Assim, um laudo acústico é cada vez mais necessário e útil no desenvolvimento de projetos.

O que é um laudo acústico?

Um laudo acústico é um documento emitido por autoridades competentes que atesta características acústicas de determinado estabelecimento ou material. Imagine que você é um incorporador e necessita tomar uma decisão sobre o material mais adequado para as características acústicas de um prédio residencial. É por meio de um laudo acústico, emitido por um laboratório acreditado, que você poderá obter informações sobre o coeficiente de absorção (α) ou o índice de redução de sonora (Rw) dos materiais. Assim, a partir dessas informações, será possível fazer a melhor escolha de projeto.

Os laudos acústicos também estão presentes na rotina de prefeituras e de proprietários de estabelecimentos comerciais como casas de shows. A partir de um laudo acústico, emitido por um responsável técnico adequado, o proprietário poderá atestar às autoridades competentes que o seu estabelecimento apresenta níveis de ruído que não perturbam o descanso da vizinhança.

Quais são os tipos de laudos acústicos?

Existem diferentes tipos de laudos técnicos relacionados à acústica. Genericamente, podemos separar em duas grandes áreas: materiais e empreendimentos.

Com relação aos laudos acústicos de materiais, pode-se encontrar informações sobre valores relacionados a isolamento e/ou a absorção acústica. Esses laudos são emitidos e realizados por laboratórios acreditados. Nesse tipo de laudo, constam as informações sobre as amostras ensaiadas, descrição de procedimento conforme as devidas normas, dados do cliente e dos coordenadores e laboratoristas responsáveis pelos ensaios.

Ressalta-se que cada laudo é único para cada material, cujos resultados não podem ser usados para materiais mesmo que similares.

Figura 2 – Ensaios realizados em laboratório. Fonte: Unisinos.

Já para os empreendimentos, existe uma grande gama de laudos que podem ser elaborados. A exemplo disso, têm-se: perícias ambientais, estudo de impacto de atividades ruidosas, avaliação de impacto de vizinhança e comprovação de desempenho acústico. Esses laudos são emitidos por responsáveis técnicos, que descrevem ensaios realizados, as condições de ensaios, as normas envolvidas e os resultados obtidos.

Figura 3 – Ensaios realizados em empreendimentos. Fonte: Unisinos.

Assim, é possível perceber como os laudos acústicos apresentam diversos usos e são de extrema importância para a realização de projetos acústicos eficientes, garantindo melhores entregas aos clientes.


Fonte: Laudo acústico: conheça seus usos e sua importância