Antes de dizer quantos blocos cerâmicos verticais existem no Brasil precisamos entender que todo produto dessa natureza atende algumas normas como a ABNT NBR 15.873 (Coordenação modular para edificações) e a ABNT NBR 15.270 parte I e II (Componentes cerâmicos – Blocos e tijolos para alvenaria).

Essa 1ª norma define quando projetamos um produto para alvenaria devemos seguir alguns padrões de medidas chamado de Módulo Básico que determina a menor unidade linear, representada pela letra “M”, cujo valor normatizado é M = 100mm. A partir dessa informação a Norma do produto cerâmico (15.270) determinou que todo os blocos devem seguir as dimensões a partir desse valor de “M” com a seguinte definição em 3 dimensões “Largura X Altura X Comprimento (L x H x C).

Onde a largura varia entre as seguintes dimensões 07cm, 09cm, 11,5cm, 14cm e 19cm. A altura sempre será de 19cm e o comprimento pode variar entre 29cm, 39cm e 59cm. Essas são as medidas nominais dos blocos e não a medida de modulação. Isso porque para a medida de modulação devemos sempre acrescentar 1cm de argamassa para cada no entorno dos blocos para considerar a medida de coordenação. Como por exemplo os comprimentos de coordenação para os blocos de medidas 29cm será 30cm e o bloco de 39cm de comprimento a medida de coordenação será 40cm.

Esses blocos principais são chamados de bloco mãe ou bloco base por serem as peças que a partir delas derivam toda uma família de blocos. Outra variável são as resistências desses produtos que criam novas famílias de blocos para atender a alvenaria estrutural. Se falarmos apenas das dimensões temos 15 peças ou blocos mães possíveis sem entrar no quesito resistência que este vai ampliar ainda mais esse leque de produtos.

Hoje a norma 15.270 define os blocos de diferentes resistências em classes sendo divididas em vedação e estrutural. Os de vedação são os chamados VED15 (1,5 MPa de resistência) e os VED30 (3,0 MPa de resistência) e os estruturais com a denominação EST40 (4,0 MPa de resistência), EST60 (6,0 MPa de resistência), EST80 (8,0 MPa de resistência), EST100 (10,0 MPa de resistência), EST120 (12,0 MPa de resistência) e por ai vai.

Além dos blocos principais temos os blocos seccionados que são os 1/2 blocos, 1/4, 1/8, Bloco e meio, conhecido como seção “T” ou bloco de 44, entre outros. A função desses blocos é ajustar a alvenaria nas medidas de projeto. Além desses produtos ainda temos as formas que são mais conhecidas como canaletas. A função dessas peças é a eliminação do uso de madeira para fazer as vergas, contra vergas e cintas de amarração entre outros.

Como podemos notar, hoje o mercado cerâmico oferece uma infinidade de peças para suprir os mais diferentes projetos com um número imenso de soluções capazes atender os projetos dos mais ousados até os mais simples com um custo acessível em ambos.

Figura 2 – Bloco cerâmico de paredes vazadas / Figura 4 – Bloco cerâmico com paredes externas maciças e paredes internas vazadas