Vale destacar que Apple e Google são ex-startups, e cresceram exponencialmente, mudando completamente o ambiente de negócios do qual fazem parte e, portanto, sabem exatamente o que estão fazendo investindo na Construção Modular.

O portal The Real Deal destacou, em 20/11/2020 a Factory_OS, startup de Construção Modular que atua nos EUA e visa construir edificações residenciais com maior eficiência e menor custo, recebeu um aporte de US$ 55 milhões, liderado pela Lafayette Square Holdings, com a participação do Facebook, Google, Autodesk, Citibank e Morgan Stanley Antes deste investimento a startup levantou outros US$ 22,7 milhões. 

A Lafayette Square Holding é uma plataforma de investimento formada for um número elevado de pequenos acionistas, fundada por Damien Dwin em 2020 e tem foco em projetos de alto impacto para atender as comunidades dos Estados Unidos. Estes projetos são voltados para a habitação, geração de empregos e para a inclusão financeira.

A Factory_OS foi fundada em 2017 por Larry Pace e Rick Holliday e tem sede em Vallejo, Califórnia. A empresa tem como conceito fabricar casas de forma análoga aos carros, montando, simultaneamente, os diversos componentes.

A partir da esquerda: Sundar Pichai, do Google, Mark Zuckerberg, do Facebook, Rick Holliday e Larry Pace, da Factory_OS. Fonte: The Real Deal.

Com a nova captação, a startup objetiva acelerar o seu crescimento, expandindo a sua capacidade de produção, investindo em tecnologia e expandindo as suas atividades a partir de uma nova fábrica, que será implantada na região de Los Angeles.

A empresa produziu mais de 1.000 unidades em 2020, projeta um faturamento de US$ 150 milhões para 2021 e possui vários projetos nas etapas de em fabricação e montagem, incluindo 250 apartamentos para funcionários do Google, em região próxima ao escritório desta empresa, em Mountain View, na Califórnia.

Cientes do potencial e da enorme oportunidade inerente à Construção Modular e ainda, de suas vantagens em relação à construção tradicional, os gigantes da tecnologia Google, Facebook e Apple prometem investir bilhões de dólares para resolver o problema de moradias populares na Califórnia. Somente o Google planeja investir US$ 1 bilhão nesta plataforma e firmou uma aliança estratégica com a Lendlease para construir comunidades planejadas no Vale do Silício.

A Lendlease é uma empresa australiana de real estate, responsável por muitos projetos emblemáticos, no âmbito público, cultural e social, como a construção da Opera House, em Sidney e a restauração e modernização de edifícios históricos, como o Tate Britain e o Teatro Nacional de Londres.

A Apple, por sua vez anunciou um plano de investimento de US$ 2,5 bilhões no setor habitacional no ano passado.

Vale destacar que Apple e Google são ex-startups, e cresceram exponencialmente, mudando completamente o ambiente de negócios do qual fazem parte e, portanto, sabem exatamente o que estão fazendo investindo na Construção Modular.

No Brasil, apesar do interesse crescente pela construção off-site e pela Construção Modular, poucas incorporadoras, construtoras e fundos se movimentaram em direção a operações de corporate venture capital, fazendo aportes em construtechs plenas, em troca de equity e objetivando participação nos lucros futuros, o que pode ser uma verdadeira “mina de ouro”, além de explorar o “startup way” para fortalecer e agilizar a sua operação e colaborar para a implantação de uma cultura fortemente voltada para a tecnologia e para a inovação.

Trata-se de um momento importante para acordar, refletir e tomar decisões. Afinal, “quem vai na frente…”