Alugar apartamento nem sempre é algo fácil. Os riscos são altos, pagamentos podem ser atrasados, imóveis danificados, haver envolvimento em brigas e até causas judiciais podem ocorrer para aqueles que não buscam conhecimento antes de fazer o aluguel.

Mas tais problemas e muitos outros não precisam ser a regra, afinal, os riscos poderão ser diminuídos ou eliminados caso você esteja trabalhando da maneira correta e seguindo o que é recomendado para a sua situação em especial.

Porque utilizar um consultor imobiliário

Há quem imagine que alugar somente envolve o dono do imóvel e o inquilino. No entanto, existem leis que regem o processo, direitos e deveres para que ambos sejam protegidos durante a negociação.

Para alugar, é possível que seja necessário fazer um contrato com cláusulas específicas e ter uma série de documentos. Uma imobiliária ou consultor poderá facilmente lhe informar o que é necessário além de entregar o melhor contrato quando alugar apartamento.

Os pagamentos também se tornam mais fáceis utilizando um consultor imobiliário, visto que o inquilino pode ter a liberdade de os realizar através de boletos, carnês, débitos automáticos, entre vários outros métodos que ajudam a eliminar os riscos de inadimplência.

Porque não alugar sem conhecer o inquilino

Nem sempre é possível alugar para amigos, familiares ou conhecidos, além do ato não ser recomendado por vários profissionais. Mas é crucial que o inquilino seja alguém com boa procedência, por isso é preciso pesquisar quem a pessoa é, se a mesma pagava corretamente em outros locais, se possui problemas com bancos e com a justiça.

Também é aconselhável que exija documentos originais e comprovantes de renda, diminuindo a possibilidade de golpes ou fraudes.

Garantias de pagamento ao alugar apartamento

Existem formas para que você tenha garantias dos pagamentos, sendo a utilização de ao menos uma delas recomendada. Entre as mais comuns estão:

  • Uso de fiador: Uma terceira pessoa que se compromete de forma legal a arcar com os aluguéis e demais despesas caso o inquilino não o possa fazer.
  • Calção em dinheiro: Uma quantia em dinheiro é colocada na poupança do locador, normalmente 3 meses de aluguel. Quando o contrato é finalizado, o montante é devolvido para o locatário.
  • Seguro-fiança: Mensalmente é cobrado uma taxa ao inquilino, essa que será utilizada caso exista inadimplência ou outro problema em relação ao imóvel.

Dê atenção ao contrato

Na existência de um problema, o primeiro a ser consultado sempre será o contrato, pois nele irá constar as regras da locação, o que pode ser feito e quais são as consequências na existência de danos ou até mesmo quebra de contrato.

O contrato também precisa ser registrado em cartório para que seja completamente válido e garantir a segurança de todos os envolvidos.

Uma imobiliária ou corretor possuirá experiência e conhecimento para garantir que você possa alugar apartamento utilizando todos os meios corretos.

Caso possua dúvidas sobre como alugar apartamento em Recife, sinta-se à vontade para entrar em contato com um de nossos especialistas.