Elaborar um cronograma, além de ajudar a controlar o tempo que será gasto durante a obra, também é uma forma mais eficaz de delegar todas as atividades que ocorrerão ao longo da obra.

Entender a melhor forma para realizar uma reforma e construção não é uma tarefa simples. Contudo, para um serviço eficiente deve-se seguir alguns passos, como a elaboração de um cronograma e um planejamento próximo da realidade.

Como um dos setores de grande importância econômica do Brasil, a construção civil representa 6,2% do PIB, segundo informações da Fibra (Federação das Indústrias do Distrito Federal).

Considerando isso, além de ser bem estruturada, sua construção depende de planejamento para se manter cada vez mais eficiente para alcançar os seus resultados. Confira algumas dicas que separamos para que alcance os melhores resultados. Confira!

Elabore um cronograma antes de tudo

Elaborar um cronograma, além de ajudar a controlar o tempo que será gasto durante a obra, também é uma forma mais eficaz de delegar todas as atividades que ocorrerão ao longo da obra.

Essas informações são fundamentais, principalmente no que diz respeito aos fornecedores e prazos. Pense no seguinte: a obra já está em andamento e um dos seus fornecedores atrasa. O responsável pela locação de geradores não conseguiu entregar até o prazo que a obra iria iniciar, por exemplo.

Isso, além de atrasar todas as etapas da reforma e construção, reflete diretamente no dinheiro gasto com funcionários parados ou materiais que não podem ficar muito tempo encostados. Isso, não pode acontecer, e essa é a importância de um cronograma detalhado.

Tenha noção das suas finanças

O planejamento dos gastos é fundamental em todos os estágios da obra. Por meio dele é possível saber o quanto deverá ser gasto com materiais, equipamentos e funcionários.

Além disso, controlar as finanças também é a melhor forma de verificar a evolução da sua construção.

Somente por meio de um bom planejamento financeiro é possível comparar o que foi gasto em relação ao trabalho realizado, e saber se tudo está de acordo com o esperado.

É também uma medida de segurança para saber quando agir, caso precise mudar alguma coisa que não tenha saído como o esperado.

Sabendo exatamente a quantidade que a construtora precisa gastar, com o dinheiro em mãos, é possível também evitar contratações erradas, como funcionários em excesso ou a falta deles para determinados serviços.

Estabeleça prazos realistas

Uma dificuldade que além de imprevisível em alguns momentos, é também impossível de controlar, é o clima. Imagine a sua obra com um prazo apertado, e acontece uma mudança climática que obriga a suspensão das atividades.

Isso resultaria em um atraso, com certeza. Para não ultrapassar o limite estipulado pelo contratante nessa hora, é ideal apresentar prazos largos e que de preferência, possam te deixar preparado para um parada causada por algo repentino, como o clima.

Além disso, os prazos também devem considerar os fornecedores. Os instrumentos utilizados durante uma obra podem apresentar problemas e isso também demanda tempo até que sejam resolvidos.

Tenha uma construção eficiente

Como vimos ao longo deste conteúdo, por mais que existam muitos detalhes importantes para se administrar, tanto antes, quanto durante a reforma e construção, o planejamento é algo fundamental para que o trabalho seja realizado de maneira eficiente.

Assim como qualquer segmento, seja de reciclagem de eletrônicos ou um comerciante de ímã de ferrite, a construção precisa de controle.

Além disso, um bom planejamento financeiro é uma forma de controlar os avanços da construção. Até porque, por mais que sejam bem planejadas, as etapas de uma construção dependem de um acompanhamento para que os resultados sejam medidos.

Por fim, estipular prazos que estejam de acordo com a realidade, adiantando-se a possíveis crises que podem ocorrer durante a obra é importante. Um atraso causado por um andaime danificado, ou uma mudança climática, podem atrasar muito o prazo de entrega.

As dicas dadas podem ser adaptadas a realidade da sua construtora, e demonstram a forma como todas as etapas de uma construção estão interligadas.

Atentar-se a elas ajuda a sua construção, e faz com que ela seja mais eficiente e tenha menos riscos durante o processo. Reduzindo assim, as chances de um trabalho improdutivo.


Esse conteúdo foi escrito pela assessoria do Soluções Industriais em parceria com o LIGA Blog.