StockSubmitter|||$|0N|0000000000000000000000000000000000000000|[email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected][email protected]$$|||$$0$0$0||0000000000000000000000000000000000000000|

StockSubmitter|||$|0N|0000000000000000000000000000000000000000|16$3@5014001.304_1025010.505@148$112$@Industry.Miscellaneous$Backgrounds.Miscellaneous$@$@36$37@$@$@$@315$173@$@$@$@$@$@$@$@$@57$15@$@$@0x6x237.15$0x6x182.15$@Industry.Miscellaneous$Backgrounds.Miscellaneous$@111$83$@16$3@$@$@$@$@$@$@13.317$NA$@$@$@$@$@$@$@$$@$$|||$$0$0$0||0000000000000000000000000000000000000000|

Iluminação LED tem seus mitos, mas é sempre bom entender que luz é fotometria, e com um bom catálogo técnico é possível identificar a fonte ideal ao seu projeto.

Alguns ainda fazem referência aos leds como uma nova tecnologia, portanto é importante entender que a tecnologia dos leds já é utilizada desde os anos 60 e a partir de 1993 a indústria de iluminação tem desenvolvido fontes em led para iluminação residencial, comercial, corporativa e industrial. A tecnologia LED já está totalmente consolidada e podemos encontrar em led qualquer tipo de iluminação com muitas vantagens em relação a outras fontes de luz.

A principal vantagem é a eficiência energética, qualquer luminária de led mediana já oferece eficiência de 120 lumens por watt contra os 13 lumens por watt oferecidos por uma lâmpada incandescente. O LED é quase 10 vezes mais eficiente, e muito em breve a  tecnologia vai superar este índice porque os produtos de laboratório já ultrapassam a eficiência de 250 lumens por watt.

Outra grande vantagem é a vida do produto, que pode chegar a 100 mil horas, contra 2,5 mil horas das antigas incandescentes.

Os leds azuis, com tratamento em fósforo, utilizados para iluminação geral não produzem  o ultra violeta, que em algumas aplicações pode ser desejável, mas para aplicações especificas existem os leds ultra violeta.

O calor produzido por fontes de led não se compara a de outras tecnologias, é muito menor, o que ajuda muito no dimensionamento da climatização.

As fontes podem ser integradas em eletrônicos de todo o tipo, fazendo com que uma luminária tenha múltiplas funções, inclusive a de transmissão de dados de internet através do LI-FI.

Com as tecnologias RGBWA é possível criar atmosferas extremamente criativas, o que nenhuma outra fonte de luz permitia antes dos leds. Hoje temos a oportunidade de criar ambientes coloridos e interativos com bastante facilidade.

Posso afirmar que todas as outras fontes de luz, incandescentes, halógenas e fluorescentes já estão obsoletas, as incandescentes já saíram do mercado, e no plano nacional de eficiência energética, em 2019 as halógenas serão banidas também. Na Europa e estados unidos estas fontes já saíram do mercado a partir de 2010 e muitas empresas já deixaram de produzir fluorescentes compactas para produzir somente leds.

Quando falos em LED, estamos falando de uma tecnologia consolidada e bastante versátil. Para os próximos anos, muitas novidades vão surgir, mas com certeza os leds ainda vão permanecer conosco por bastante tempo. As lâmpadas de Edison foram utilizadas popularmente nos últimos 100 anos, e ainda podemos desfrutar desta tecnologia com as adoradas lâmpadas vintage com filamentos em led.

Artigo anteriorComo armazenar corretamente os elevadores antes da instalação
Próximo artigoA estrutura dos elevadores
Silvia Maria Carneiro de Campos, natural de São Paulo, onde reside, atua no mercado de iluminação LED desde 2008, arquiteta especialista em iluminação LED, com Pós Graduação em Iluminação e Design de Interiores e Master em Arquitetura & Iluminação. É titular do escritório IRIS um olhar para o futuro, e atua como Consultora de Negócios, inteligência estratégica e Relacionamento à industrias de iluminação, oferecendo atendimento técnico aos arquitetos e especificadores luminotécnicos em Projetos com tecnologia LED e Projetos Luminotécnicos de diversos seguimentos. Também dá aulas de iluminação em cursos de Pós Graduação. Certificada em Acessibilidade pela SMPD-SP foi colaboradora no CB-40 comitê de acessibilidade na revisão da ABNT 9050/15 e do comitê CB-03 COBEI da ABNT, onde participou da revisão das normas ABNT 5101 (Iluminação Pública) e 5413 (Iluminação de ambientes de trabalho, atual ABNT ISO/CIE 8995-1). Atualmente é colaboradora do grupo de projetos luminotécnicos da Comissão de Estudo Especial Modelagem da Informação da Construção (BIM) – Grupo de Trabalho sobre Componentes BIM ABNT/CEE-134