confiar1

A Cohn & Wolfe realizou recentemente uma pesquisa sobre a “autenticidade” das marcas. Foram avaliadas 1600 marcas em entrevistas realizadas com 12 mil consumidores em 14 países. As perguntas se referiram a 23 atributos, entre eles confiabilidade, qualidade de produtos e serviços, respeito ao consumidor, honestidade e genuinidade.

No ranking global, a marca considerada mais autêntica foi a Disney, seguida por BMW, Microsoft, Amazon, Apple, Intel, Audi, Samsung, Adidas e Lego.

No Brasil, o resultado da pesquisa apontou que 81% dos entrevistados acreditam que as marcas não são honestas e transparentes. Segundo eles, as marcas “não entregam o que prometem”, em um visível descompasso entre a comunicação e o mundo real.

Após olhar esses números, fiquei pensando como seria o resultado se pesquisássemos o setor da construção no Brasil. Desconfio que a rejeição seria ainda mais contundente.

Faz tempo que construir ou reformar um imóvel está associado a problemas e dores de cabeça. A distância entre o que é prometido e o que é entregue é muito grande. Problemas de prazo e de estouro de orçamento, qualidade dos serviços, dos materiais, dificuldade para contratar uma mão de obra competente e confiável, todas essas são questões que amedrontam quem está pensando em começar uma obra.

O setor da construção perde imensamente com esse quadro. Indústrias mais competentes (celulares, veículos, eletroeletrônicos…) avançam nos bolsos dos brasileiros absorvendo recursos que poderiam ser usados para melhorar a habitação ou o lugar de trabalho.

Já é hora do setor se unir e iniciar o resgate da engenharia, da arquitetura e das marcas que participam deste gigantesco mercado. Caso não façamos isso, o processo de afastamento do consumidor da construção, reforma e da aquisição da casa própria vai se acentuar.

Em tempo: o Boticário foi considerada a marca mais autêntica do Brasil, seguida pela Bombril.

Artigo anteriorABNT NBR 10898 – Sistema de iluminação de emergência.
Próximo artigoTrês pontos importantes de uma boa impermeabilização
Vagner Barbosa é historiador, escritor, economista e marqueteiro, por vocação e opção. Em mais de 30 anos atuando no Construbusiness, vivenciou seus avanços, os movimentos setoriais da qualidade, conformidade e sustentabilidade, além de participar ativamente da introdução de importantes inovações tecnológicas e métodos construtivos. É sócio-fundador da empresa Soma Marketing & Vendas, com a qual atua, desde 1991, atendendo a centenas de empresas do macrossetor da construção. Criador do programa de televisão "Construir Bem", o único programa brasileiro dedicado à engenharia e arquitetura na TV aberta, foi também o idealizador dos programas para o rádio: "Morar Bem", "Momento da Infraestrutura", "Momento da Inovação na Construção", entre outros, todos levados ao ar pela Rádio CBN.