Pesquise, pondere e divirta-se neste momento. Afinal, não é preciso transformar o momento de decoração em uma grande dor de cabeça e uma enorme preocupação em como encontrar métodos para pagar todas as parcelas de compras.

Normalmente, a primeira coisa que as pessoas fazem ao decidir dar uma repaginada em suas casas é procurar nos sites de lojas especializadas em decoração. Mas ao se deparar com os valores altos, logo desistem.

A decoração da casa muitas vezes ficam em segundo plano, afinal, não há de onde tirar tanto investimento e com certeza, há outras prioridades, não é mesmo? Errado!

É possível investir em seu lar gastando pouco e principalmente, deixando-o bonito e do seu jeito!

Separamos algumas dicas para que você se inspire e veja na prática que é possível economizar e ao mesmo tempo.

Como decorar a minha casa gastando pouco?

Antes de tudo, faça uma lista de tudo o que você quer adquirir. Caso seja mais fácil, separe uma lista por cômodo e no fim, veja se não há itens que valham para outros locais.

Depois disso, defina um orçamento. Assim, você já coloca um limite para os gastos e não saí consumindo de forma desenfreada.

E então, é chegada a hora mais importante: a pesquisa.

Mesmo que você tenha se apaixonado por determinado item em uma loja, não deixe de procurar em pelo menos outras 3 e se certificar qual o local mais em conta.

Da mesma forma que você pondera os gastos no dentista e procura fazer diversos orçamentos sobre aparelho invisível preço até encontrar o que melhor se encaixa no seu bolso, faça essa pesquisa para reformar a sua casa.

Essa dica vale tanto para lojas físicas, quanto lojas virtuais. Ressaltando ainda a vantagem da loja online, porque costumam ser mais em conta e também, mais rápido ao comparar com outros preços.

Ao depois de pegar todos os preços dos itens, some os valores e veja se está dentro do seu orçamento ou se será preciso descartar algo.

Quem sabe, uma boa saída não seja decorar um cômodo por vez?

Cuidado, o barato pode sair caro

Um tópico muito importante a ser considerado é que nem sempre o item de menor valor, é o mais em conta.

Nem sempre aquele produto baratinho é o que mais compensa, afinal, a vida útil dele pode ser muito inferior do que aquele com um valor um pouco mais alto.

Ficou confuso? Vamos utilizar outro exemplo!

Imagine que você precise fazer alguns implantes dentários e começou a fazer algumas pesquisas para saber quanto custa um implante dentário.

E durante essas buscas, encontrou um local onde o preço é muito inferior do que os outros consultórios, mas as avaliações não eram tão boas.

Mesmo assim, você decide fechar contrato por conta do valor e pouco tempo depois de inserir as próteses fixas, você repara que elas estão começando a lascar ou então, estão amarelando com muita facilidade.

Talvez, valesse mais a pena optar por um local com um valor um pouco mais alto, mas com a garantia de que o resultado seria melhor. Não é mesmo?

Isso vale tanto para os materiais, quanto a mão de obra que você pode vir a ter que contratar. Seja para instalar um aparelho ou então, pintar uma parede ou montar um móvel.

Sempre dê a preferência à opção que tive o melhor custo-benefício. Avalie o preço, qualidade e resistência. Para que pouco tempo depois, não tenha que gastar de novo para repor um item ou refazer um serviço.

Considere os itens usados

Os itens retrôs entraram na moda! Sabe aquela escrivaninha que sua vó tem guardada a tanto tempo? Que tal dar uma nova utilidade à ela e transformá-la em uma penteadeira?

Fazer uso de decorações antigas é uma ótima forma de economizar. Existem diversas plataformas de desapego que você pode visitar e garimpar até achar algo do seu agrado.

Não são apenas produtos lacrados na caixa que devem ser considerados.

Antes de ir à grandes lojas, visite alguns brechós, entre em grupos de troca nas redes sociais e permita-se.

Além de serem muito mais em conta do que produtos novos, peças vintage deixam a sua casa com um ar muito mais moderno.

Aprenda a trabalhar com o que já tem

Sabia que você pode transformar itens que já existem em sua casa em artigos novos de decoração?

Existem centenas de tutoriais disponíveis na internet para que você use de inspiração. Dá para usar um pote antigo como vaso, uma porta como prateleira.

Não há limites para a sua imaginação, deixe fluir!

Estude tudo o que você tem em casa e veja se não é o caso apenas de uma nova mão de tinta ou de um revestimento.

Essa reciclagem de materiais funciona como uma lente de contato dental. Ao invés de remover o dente e colocar uma nova prótese, neste procedimento você trabalha com o que tem e restaura o sorriso do paciente.

Faça do improviso seu melhor amigo e avalie todas as possibilidades que você pode fazer com aquele pedaço de madeira encostado no seu depósito.

Seu caso são os pisos? Não tem problema!

Ao invés de trocar todo o azulejo e investir em um porcelanato, que tal aplicar um laminado?

Existem diferentes estampas, cores e tamanhos que imitam madeira e dão um ar sofisticado, sem precisar retirar os revestimentos já existentes.

Contrate uma consultoria online

Se você preferir contratar um especialista em decoração para que tudo fique da melhor forma possível, não tem problema.

De fato, conversar com um arquiteto ou um designer de interiores antes de começar a colocar a mão na massa pode te ajudar a gastar somente com o que é necessário.

Depois de uma conversa sobre o que você tem em mente, este profissional poderá te ajudar com as diretrizes do que fazer e em quais itens investir.

Uma forma de gastar menos com estes especialistas é através de consultorias online. Dessa forma, eles podem ilustrar como ficará os cômodos através de softwares e programas responsáveis por esboços realísticos.

E então, você poderá combinar pacotes que fiquem dentro do seu orçamento, desde os planos mais simples até os mais completos.

Pesquise, pondere e divirta-se neste momento. Afinal, não é preciso transformar o momento de decoração em uma grande dor de cabeça e uma enorme preocupação em como encontrar métodos para pagar todas as parcelas de compras.

Coloque em prática as nossas dicas e mãos à obra!


Conteúdo produzido por Mayara Santos, redatora na empresa Vue Odonto.